Chinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
  • (27) 2102-2220
  • (27) 99956-2200
  • contato@clinicadedores.com.br

Síndrome de Tietze

Eu to infartando, doutor?

 

A síndrome de Tietze é uma inflamação entre a cartilagem costal e o esterno, geralmente têm um começo agudo, unilateral e localizada nas primeiras articulações esternocondrais , mas também pode ocorrer gradualmente. A dor é intermitente e moderada e está localizada na borda esternal .A síndrome, ocorre em repouso ou após esforço leve e aumenta com a inspiração profunda. Ela é recorrente, e sua frequência muito variável. É mais comum em homens do que em mulheres e a idade da frequência máxima está entre 10 e 30 anos .

A causa exata da síndrome de Tietze ainda é desconhecida , embora seja muitas vezes associada com infecções das vias respiratórias , trauma no peito ou simplesmente com o aumento da pressão torácica.

É considerada um processo benigno que geralmente se resolve espontaneamente no prazo máximo de 12 semanas , embora raramente, pode se tornar crônica(mais de 6 meses) .

 

ANATOMIA

O esqueleto do tórax é formado por doze vértebras torácicas e seus discos intervertebrais interpostos, 12 pares de costelas e suas cartilagens costais e o esterno. O esterno consiste em um manúbrio superiormente, um corpo médio e um processo xifóide inferiormente. As cartilagens costais se articulam com pequenas concavidades nas bordas esternais laterais (articulações esternocostais). A primeira articulação esternocostal, é uma variedade incomum de sinartrose. Da segunda à sétima cartilagens costais se articulam por articulações sinoviais .Uma fibrocartilagem recobre as superfícies articulares e também une as cartilagens costais e o esterno naquelas articulações onde as cavidades estão ausentes.

 

QUADRO CLÍNICO

A dor pode ser de intensidade variável , às vezes tão aguda que pode ser confundida com o infarto do miocárdio(dor no coração). Na maioria dos casos apresenta-se como uma intensa dor aguda, localizada no peito por um espessamento e edema(inchaço) da cartilagem esternocostal (nódulos) , que normalmente são palpáveis e dolorosos .Esta dor pode durar de horas a semanas e pode ser exacerbada pela respiração profunda, pode ocorrer a qualquer momento, mas geralmente apareceram mais frequentemente à noite e pela manhã .

 

DIAGNÓSTICO

Não há nenhum teste específico para o diagnóstico.

A história clínica e o exame físico nesta condição são suficientes para chegar ao diagnóstico. No entanto, em caso de dúvida, para diferenciá-lo de outros processos , testes adicionais devem ser usadas como ECG , ultra-som, tomografia computadorizada (TC ) , cintilografia óssea e, em casos excepcionais, uma varredura óssea .

O prognóstico pode ser muito desagradável em alguns casos , se não for diagnosticada e tratada em tempo útil , uma vez que a evolução espontânea é no sentido da estabilidade ou piora (nunca a desaparecer espontaneamente ) .

 

TRATAMENTO

O tratamento consiste no alívio da dor por meio de analgésicos, antiinflamatórios não-esteróides e compressa fria no local. Sua resposta é rápida e eficaz na maioria dos casos. Geralmente dura de 2 a 3 semanas.

 

Referências

1)MÁRQUEZ, F.R. Breijo et al. Muerte súbita en un joven adulto con diagnóstico de síndrome de Tietze. Rev. Soc. Esp. Dolor .2010 ;v.17(2) : 99-103 .

2)SERRAT,Francesc Ferrés i. Dolor torácico. Hospital Son Dureta.cap.9,p.84-90.

3)STANDRING,Susan.Gays,Anatomia a base anatômica da prática clínica.40a edição. Rio de Janeiro: Elsevier. p.909-924.

Imagem – Fonte:

http://www.vidalsaude.com.br/patologia/…/sindrome-de-tietze/

http://demedicina.com/sind…/sintomas-del-sindrome-de-tietze/

 

Ingrid Ribeiro

Aluna do quarto período de medicina

Centro Universitário do Espírito Santo (UNESC)

Compartilhe esse post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *